Thursday, August 04, 2011

Re: Delegado do Distrito Federal relata crime em forma de poesia

Só um delegado muito apaixonado pelo que faz pra tratar com tanta poesia o que não nos choca mais. O delegado Lobo não tem nada de bobo, usou da sua inspiração porque ama sua profissão.

Crime no Entorno, a torto e a direto, só é estorvo pra quem é vítima, digo, vítima da pobreza, pois as da riqueza tem polícia e câmera pessoal que lhe rodeia.

Só com arte pra escaparmos um pouco da realidade, às vezes, repleta de maldade ou da simples necessidade do homem, que cansado de contar com nossa governança, se lança no mundo do crime como fuga ou vingança. Igual ao delegado, que cansado da formalidade e de tanta banalidade, recorreu a versos, pois ele ainda tem esperança. 

Minha mensagem de solidariedade não é tão bela ou sequer é poesia, apenas registra minha simpatia por aqueles motivados pela melhoria de sua comunidade. Se todos pensassem na coletividade não haveria tantas vítimas e marginalidade.

Link para a matéria do G1 delegado reinaldo lobo verso poesia repentista DF Brasília 63.904-4"

No comments:

Post a Comment

Obrigada pelo seu comentário. Thank you for your comment.