Wednesday, September 28, 2011

Criança tem que brincar!

Sobrinha brincando

¨Era super educado, de uma educação raríssima, uma excelente criança. Não saía para brincar nas áreas do prédio, não tinha nada para falar de ruim dele. Era quietinho, de poucos amigos, só saía para ir para a igreja e para a escola. Nunca vi ele aqui embaixo solto¨. 

Esse foi o testemunho para o G1 de Valderes Sanches, a vizinha de David Nogueira, o menino de 10 anos que atirou na professora e se matou em seguida, em São Paulo, na semana passada.

Uma informação que tem me marcado nos artigos sobre criação infantil, é a importância da brincadeira no apredizado de bebês e crianças pequenas.

Assim, tenho me perguntado quando é que os pais deixam de achar que brinquedos educativos estimulam a inteligência de seus filhos e passam a pensar que a criança deve só estudar e frequentar a igreja.

Apesar de algumas pessoas sustentarem a idéia de que criança não tem preocupação, pois a única obrigação é ir à escola e fazer deveres, discordo disso, exatamente porque obrigação gera estresse, assim como as expectativas de pais e professores.

Portanto, a fase pré-escolar é praticamente o único momento de nossas vidas que não sofremos pressão. Sim, pois se os pais forem pacientes todos os dilemas da vida pré-escolar da criança, tais como alimentação e retirada das fraldas, podem ser resolvidos sem gerar estresse para a criança.

Entretanto, a preocupação do governo brasileiro é aumentar ainda mais o ano letivo, que diga-se de passagem, já é pelo menos 20 dias mais longo do que quando eu frequentava a escola.

O Ministro da Educação Fernando Haddad quer passá-lo de 200 para 220 dias. Na Irlanda, por exemplo, o ano letivo da escola primária é de 183 dias e o da secundária de 167 dias. 

Na Irlanda, além dos 7 feriados nacionais e dos 2 meses de férias de verão, os alunos da escola primária ainda tem 2 semanas de recesso no Natal, 1 semana de recesso no final de outubro (um mês após o ínicio do ano letivo) e um recesso de 2 a 5 dias em fevereiro.

E advinha o que essas crianças fazem mesmo durante o recesso do Natal quando, às vezes, faz tanto frio que chega a nevar? Elas brincam na rua com os vizinhos e cachorros. 

Criança quietinha ou estudiosa é ótima do ponto de vista do adulto que não quer ter trabalho ou ser incomodado, mas não dela própria. Criança que não brinca ou faz bagunça não é criança. É ser pequeno forçado a ser adulto antes da hora, que certamente perde o brilho de viver!

O Brasil tem Ministério para resguardar os direitos humanos, os direitos das mulheres, mas não tem um para cuidar das crianças e suas famílias. Simplesmente não há políticos focados no bem estar infantil no Brasil. Ver criança pedindo dinheiro ou vendendo bala no trânsito não choca ninguém.

Fala-se em aumentar a quantidade matérias escolares com o aumento do ano letivo, mas não se melhora a qualidade do ensino, pois não se investe nos professores ou sequer os pagam bem. Se a educação e o bem estar das crianças fosse priorizado o quadro educacional no Brasil seria diferente. Mas como dizem, é muito mais fácil governar analfabetos. Nesse aspecto os políticos pensam a longo prazo!

No comments:

Post a Comment

Obrigada pelo seu comentário. Thank you for your comment.