Thursday, April 21, 2011

O incidente com guindastes NÃO podia se repetir!


Quem nunca recebeu um email com as fotos do incidente com guindastes que tentavam resgatar um carro caído num pier? Dizem que aconteceu no Pier de Roundstone em Conemmara em 2004, aqui na Irlanda. Quem vê a sequência de fotos surpreende-se com cada novo infortúnio capturado. Pode-se dizer que é a manifestação repetida da Lei de Murphy bem diante dos nossos olhos. Veja o vídeo com as fotos abaixo:


Fotos originais por Nicholas Griffin.


Há cerca de um mês começou uma novela envolvendo o transporte de dois ferries que navegavam entre a Baía de Clay até as famosas Ilhas Aaran. Clann na nOileain e Clan Eagle 1, vítimas da recessão, foram vendidos para uma companhia francesa e deveriam ser transportados para a ilha de Mauritius. 

Então, enviaram o MV Pantanal para transportá-los. Um navio gigantesco que ficou aportado na Baía de Galway por muitos dias, atraindo minha curiosidade. O navio cargueiro alemão infelizmente bateu nas rochas no caminho da Baía de Clay, onde os ferries costumavam partir para as Ilhas Aaran, não podendo cumprir seu trabalho. 


MV Pantanal - The Irish Times
Assim, enviaram um navio cargueiro ainda maior, o dinamarquês Thor Guitta, de 7 toneladas.


Thor Gitta - Galway Advertiser
Thor começou a içar Clan Eagle 1, que veio parar no Pier de Galway, onde, diga-se de passagem, Torben Grael chegou liderando a corrida oceânica Volvo em 2009. 

As torres com os guindastes de Thor medem nada menos que 60 metros e quando estavam com Clan Eagle 1 a 12 metros d'água, uma das correntes arrebentou, e o ferry caiu devolta n'água. Foi um capítulo tenso nessa novela, pois além do susto três homens se machucaram e tiveram que ser hospitalizados, felizmente sem correr risco de vida.


Clann na nOileain
 Joe Shaughnessy - Connacht Tribune


Por isso, os trabalhos foram suspensos por uma semana. Quando retomaram os serviços para içarem Clann na nOileain começaram às 7 da manhã. Profissionais levaram um longo tempo mergulhando para passar os cabos ao lado e debaixo do navio. 

Às 2 da tarde da última sexta-feira, o segundo navio estava pronto para ser içado. Contudo, logo quando começaram os alarmes dos guindastes soaram e tiveram que adiar os serviços para a última segunda-feira para que técnicos pudessem avaliar os guindastes. MV Pantanal, que nesta altura já estava recuperado do baque que sofreu na Baía de Clay, deixou a Irlanda naquela sexta-feira.

Quando achávamos que a novela chegaria ao fim na segunda, as autoridades marítimas  emitiram uma ordem, com peso de determinação da Suprema Corte, impedindo o navio de  sair do porto de Galway até o pagamento de uma garantia. Hoje Thor Gitta finalmente deixará Galway sem deixar um rastro de fotos desastrosas como aquelas de 2004.

No comments:

Post a Comment

Obrigada pelo seu comentário. Thank you for your comment.