Tuesday, May 24, 2011

Carrinho e caminha comprados

Após meses de pesquisa na internet e duas visitas a lojas em pessoa, compramos o carrinho do bebê hoje. Eu sempre achei que devessemos comprar um que viesse com assento para carro junto. Contudo, na primeira visita à Mothercare em Dublin, o Pete parecia bem inclinado a comprar um modelo diferente. 


Este modelo é bastante prático, pois um assento resolve o assunto. Enquanto o bebê é pequeno usa-se ele na horizontal e quando o bebê cresce você o inclina para que a criança possa sentar. Seria perfeito se resolvesse a questão da segurança quando o bebê é transportado no carro.

Apesar de saber que o assento para carro é necessário até para o bebê sair da maternidade eu não me opus ao carrinho que o Pete sugeriu. Contudo, quando chegamos na Mothercare em Galway, hoje, havia este carrinho da cor preta que vem com assento para carro junto e com um desconto de 80. Os carrinhos desta cor costumam ser mais caros, então, fiquei interessada. Até porque já vem com um footmuff, que protege a criança do frio nas pernas. 


Eu estava de olho em um semelhante da Gracco, no site da Argos, mas o da Mothercare vem com garantia de um ano (a contar da data do nascimento do bebê!) entre outra vantagem: a barra de direção é bipartida, de forma que você fica mais próximo do carrinho, podendo retirar com mais facilidade o bebê do assento para carro, que estará virado para você e acoplado ao carrinho.


Além disso, não achei o primeiro carrinho tão estável e fácil de empurrar e manobrar, embora eu tenha gostado muito das rodas, que podem vir em 3 ou 4. As rodas do que comprei são menores, mas talvez por isso mesmo é mais fácil de manobrar.  

Curiosamente, eu senti como se já tivesse feito isso antes. Quando saímos da Mothercare paramos para eu comprar um bolo de banana numa lojinha que fica bem numa rampa, no shopping Eyre Square, e naturalmente apertei o botão vermelho com o pé, acionando o freio, e peguei o Pete olhando admirado para mim. Ele disse que a maternidade me cai bem.


A caminha foi outra decisão a ser tomada em conjunto. Optamos por usar um moisés, pelo fato de ser mais apropriado para o tamanho de um recém-nascido, mais prático para carregar - podemos usá-lo na sala se quisermos -  e por caber perfeitamente ao lado da nossa cama, onde o bebê dormirá nos primeiros seis meses. 


O apoio para o moisés é vendido separadamente e o deixa a uma boa distância do chão, evitando que os pais tenham que se inclinar muito para pegar o bebê. 

Ainda compramos, é claro, os lençóis, cobertores com furinhos e toalhas de banho. A vendedora recomendou 4 de cada, com exceção da toalha: 3. O trocador de fralda acolchoado foi comprado em Dublin, junto com um termômetro de parede que tenho usado na sala e que tem marcado 18C a maior parte do tempo. 

No comments:

Post a Comment

Obrigada pelo seu comentário. Thank you for your comment.