Friday, October 28, 2011

3 semanas após a cesárea


Muitas pessoas me perguntam como tem sido a minha recuperação desde a cesárea. Hoje, três semanas após a cirurgia emergencial, posso dizer que me sinto totalmente recuperada.

É claro que não vou sair fazendo esportes radicais ou coisas do tipo, mas levo minha vida normalmente. Aliás, hoje em dia realizo muito mais coisas com o corpo do que antes da gravidez e parto devido à nova rotina imposta pela minha fofucha. Contudo, fui aconselhada a aguardar 6 semanas até voltar a andar de bicicleta.

O inchaço no corpo, que teve início nos dias anteriores ao parto e que aumentou em seguida, terminou cerca de 10 dias depois. E a minha barriga já voltou ao que era antes, embora a base esteja um pouco flácida. Vamos ver se 100 flexões diárias, após a 6a semana, vão dar jeito nisso.

De qualquer forma, estou contente, pois achei que a recuperação de cesárea fosse difícil e que ficaria com barriga de grávida por muitos meses. O que incomoda às vezes é uma dor no meio das costas, diferente daquela do final da gravidez, na base das costas, devido ao peso da bebê. Acredito que ela se deve ao tirar e colocar minha fofucha do moisés.

Antes de ontem andei cerca de 3km em ritmo leve a moderado. O trajeto foi feito em etapas, pois não foi uma caminhada para me exercitar, mas para resolver coisas, tais como pesar minha fofucha no hospital. Ela ganhou mais de 200g desde a semana passada e está com 4,230kg. Ela nasceu com 3,900kg.

A questão mais difícil desde o parto não foi o parto em si, mas a amamentação. Minha fofucha perdeu mais peso que o normal após o nascimento, pois as mamadas estavam muito difíceis: pouco leite, sulgando ar, cólica, fome, estresse, sono quebrado. E eu tive mastite, ou seja, inflamação das glândulas mamárias.

Foram febre e calafrios por três dias quando comecei a dar mamadeira para a fofucha. O lençol da cama amanhecia molhado - bizarro! O médico me receitou penicilina, o que resolveu o problema. Desde então tenho tomado multivitamínico, omega 3 e ferro, pois tive outra anemiazinha.

Estou cheia de energia e embora eu durma dois blocos quebrados de 3 a 4 horas à noite, pois troco a fralda dela e dou mamadeira de madrugada, tenho tido disposição para as novas tarefas em casa mais uma caminhada quase que diária na orla marítima, com a fofucha, pois tem feito sol à tarde nos últimos dias. Nunca imaginei que ela tomaria sol no rosto no final de outubro, quando o frio e vento começam a bater à porta...

Enfim, meu conselho para quem está grávida ou pensa em ficar é: prepare-se para as semanas após o parto, pois o parto em si é rápido. Mesmo quando ele não é de fato tão rápido como o meu, depois de ocorrido parece que voou e os primeiros desafios com a bebê são menos fáceis que o parto, pois cabe a você solucioná-los. Já o parto é responsabilidade dos médicos.

Não se esqueça disso! Pesquise sobre as primeiras semanas com um bebê quando sua gravidez estiver no final e você já tiver lido milhares de artigos sobre partos.

1 comment:

  1. Que linda ela passeando ao lado do mar dessa ilha linda. Já nasceu feliz a pequena Alissa. Espero que a recuperação vá ainda mais rápido. Boa sorte com tudo!
    bjos

    ReplyDelete

Obrigada pelo seu comentário. Thank you for your comment.