Saturday, August 11, 2012

Ler jornal brasileiro assusta mais que filme de terror

Se houvesse premiação por violaçãos dos Direitos Humanos, o Brasil levaria o prêmio hoje. Não que seja algo incomum, mas o nível de desrespeito à dignidade da pessoa humana retratado nesta sexta-feira foi algo extraordinário. 

Primeiro vi o vídeo da máteria que mostra um guarda municipal de Goiânia arrastando um paciente posto de saúde a fora, após a bolsa de colostomia dele estourar e sujar o chão com fezes. O homem não consegue nem se levantar de dor, mas o guarda municipal não está nem aí. Coloca máscara e luvas para evitar contaminação e manda ver.

Depois vi o vídeo da matéria que exibe militares da Força Aérea Brasileira dando o que eles chamam de trote, no recruta. As imagens mostram uma clara cena de tortura. Após mandarem o recruta fazer alguns exercícios bem extenuantes eles o chutam, batem e literalmente pisam nele. Pisam, não, eles pulam no coitado que fica encolhido o tempo todo sem reagir, pois sabe que isso seria infrutífero. Você se pergunta se essa corporação conhece a civilização, a ordem e as leis e chega a pensar se o Código Penal Militar só tem folhas em branco.

Artigos sobre abuso policial em todas as esferas e agora militar são tão comuns como aqueles que focam em mulheres bonitas envolvidas com políticos. Curiosamente, você vê periódicos estrangeiros falando maravilhas sobre o Brasil. Que o dinheiro está rolando solto não há dúvidas, pois até a realeza britânica foi puxar o saco dos brasileiros. Mas o que me pergunto é o que mais tem que acontecer no Brasil para reformular a polícia. A ONU recomendou que o Brasil acabe com a PM, mas acho que isso só acontecerá na marra. 

E que país é esse que tem até guarda condominial?  Sim. Cada condomínio de classe média passa uma grade em volta de suas casas e paga segurança, pois não pode contar com a polícia. É o país dos capangas uniformizados? 

Sim, porque os policiais só podem estar confinados em centros de tortura ou na Rodoviária. Digo, em Brasília. Só se vê polícia lá. Carros policiais parados com os policiais lá dentro fazendo ronda com binóculos decerto. Uma médica desesperada chegou até a supostamente colocar seringas com vírus HIV na cerca da casa dela tamanha a frustração com os assaltos em Sobradinho. 

Já no Sul do Brasil uma amiga foi assaltada na porta de casa inúmeras vezes. Ver homem armado já virou rotina. Eu sugeri que ela fosse até a polícia. Ela riu. Tem um posto policial no quarteirão dela, onde eles provalmente só dormem...

Mas o que importa é vender a imagem de país rico. Sim. Cheio de políticos ricos com dinheiro público que tem processos arquivados pelo STJ e STF. Só se for!

No comments:

Post a Comment

Obrigada pelo seu comentário. Thank you for your comment.